Brasil 40 Graus

Brasil 40 Graus

Brasil cada vez mais quente Calor de 40O graus

Provavelmente nenhum de nós das gerações atuais estará vivo em 2100 para ver de perto os estragos no clima do nosso país causados pelo descaso do próprio homem com a natureza. Mas nossos descendentes herdarão as graves consequências previstas num relatório, apresentado no Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas, elaborado por 345 pesquisadores de um grupo criado pelo governo federal.

A Amazônia vai virar savana e a caatinga, deserto. Nas regiões Sul e Sudeste, enchentes castigarão periferias das grandes cidades. Estes são alguns dos cenários para o Brasil do ano de 2100, segundo o estudo que também afirma: “Se não houver uma rápida redução dos gases do efeito estufa, os maiores vilões do aquecimento global, a região da América do Sul deve ser uma das mais afetadas do mundo. A grande biodiversidade, principalmente da Amazônia, corre sério risco. Até 40% das espécies podem não conseguir sobreviver”.

Tudo isso pode parecer muito distante, mas é uma realidade que precisa ser enfrentada desde já pela população e pelo governo brasileiros. Para o coordenador do Programa de Mudanças Climáticas e Energia, Carlos Rittl, o país ainda não tem política integrada para o tema. “Apesar de algum progresso nos últimos anos, a agenda climática ainda não é integrada aos grandes planos de desenvolvimento do país”. Infelizmente, isso vai na contramão de todos os esforços e providências tomadas por vários outros países preocupados realmente em preservar o meio ambiente para a sobrevivência das gerações futuras.

Compartilhar essa notícia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

Fechar Menu