Social

Social

PASTOR MARCO PACHECO da
Igreja Presbiteriana Renovada
recebeu festa surpresa

Foi com louvor e algumas homenagens que familiares espirituais e sua família comemoraram duas datas especiais: seu aniversário no dia 11 de maio e também de sua chegada à Bélgica em maio de 2005.

Na abertura da festividade, o obreiro Edson Pimenta, que está há 12 anos junto ao pastor Marco, disse:

“O aniversário é do senhor, mas o presente é nosso! A sua vida é digna dos milagres de Deus. Você não fraqueja, mantém a fé e a esperança acima de qualquer dificuldade e com isso nos inspira a te seguir e seguir os passos de Jesus, movidos pela sua meditação na palavra do Senhor. Eu e minha esposa Elisangela Pimenta somos gratos por fazermos parte da história desta igreja”.

O irmão Alberto Cruz citou o versículo do Profeta Jeremias:

“Eu sou o Senhor que sonda o coração e examina a mente, para recompensar a cada um de acordo com a sua conduta, de acordo com as suas obras” (Jeremias 17:10).

“Pastor Marco e pastora Adriana, não é fácil conduzir membros da igreja, reconheço e agradeço vocês. Eu peço-lhes perdão pela as coisas que não fiz, mas o que eu fiz foi de coração, e sei que me destes o perdão. Feliz aniversário, pastor! Diante de sua grandeza como ser humano eu me sinto imensamente abençoado por contar com sua presença como líder espiritual”, afirmou Alberto.

Os filhos se emocionam

O filho Victor usou da palavra dizendo que não é fácil conduzir a família e a igreja. Porém, ele vê as dificuldades e alegrias que o pai enfrenta e se orgulha de ser seu filho.

“Gostaria de passar para minha família futuramente o que aprendi e aprendo com o senhor, meu pai. Você é o cara!”, finalizou muito emocionado.

O filho Gustavo fez menção do amor que seu pai tem pela igreja, da dedicação, não medindo esforços e estando sempre presente, orientando, ajudando com carinho os irmãos.

“Fico feliz e agradecido por tê-lo como meu pai. Você é minha maior inspiração na Terra. Prometo para o senhor que serei um grande homem”, afirmou Gustavo, abraçando o pai e o irmão Victor.

Pastor Marcos Pacheco chegou à Bélgica em maio de 2005 com a família

 

Ele relata como foi sua vinda e como começou a sua igreja:

“Foi um chamado de Deus que, por várias vezes e através de pessoas diferentes, nos confirmou que tinha uma obra a realizar aqui na Bélgica através de nossas vidas. Deixamos tudo no Brasil e viemos obedecendo esse chamado e estamos aqui debaixo de promessas.

Tivemos dificuldades como todos, mas sempre crendo em quem nos trouxe. Antes de sairmos do Brasil, Deus usou nossa pastora em uma palavra profética e nos prometeu que cuidaria até de nossa saúde, e Ele tem sido fiel e cuidado não só da nossa saúde, mas de tudo que nos proporciona.

A igreja começou na cozinha da minha casa, em 2007. Éramos somente seis pessoas e Deus começou abrindo as portas das casas, começamos a fazer cultos nos lares. Depois de um tempo com uma quantidade maior de pessoas, tivemos a necessidade de um local para nos reunirmos, mas não tínhamos dinheiro. Em um dia de culto na casa de uma família, Deus tocou no coração de uma pessoa que pegou a chave e o documento de uma moto e doou para começarmos. Com o dinheiro adquirido, alugamos um local e iniciou oficialmente nossa igreja. Quando Deus nos envia, Ele cuida e prepara as condições.

Graças a Deus, hoje toda a família está envolvida no ministério, trabalhando para a glória do Senhor Jesus”, afirma o pastor, agradecido.

Há uma ordem de Jesus muito séria e não podemos correr dela “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Marcos 16:15”.

“Por isso estamos trabalhando nessa obra para cumprir esse chamado. Às vezes ainda ouvimos, porque tanta igreja? Não são muitas?

Um dia ouvi de um sábio pastor dizendo que enquanto não tiver mais igrejas do que bares e cafés, ainda são poucas, ainda há muito trabalho, as pessoas têm mais facilidade em ir para uma balada do que ter um tempo com Deus e só lembram Dele quando as coisas vão mal.

Então, por que não buscá-lo também quando tudo vai bem? O que você acha?”

A esposa Adriana usou da palavra dizendo:

“Louvo a Deus por ser uma mulher privilegiada por Deus, por me dar um amigo, um marido, um companheiro e meu pastor. Que Deus continue capacitando-o para ajudar e mudar a vida de tantas pessoas. Não é fácil guiar e orientar ovelhas, mas o Senhor é contigo!

Estou ao seu lado sempre, te apoiando na alegria, tristeza e dificuldades. Como dizem: Atrás de um grande homem de Deus, tem uma grande mulher de Deus. Faço jus a esta frase, pois a mulher sábia edifica a casa, portanto estarei dando total suporte a você.

Continue sendo este homem íntegro e corajoso. Agradeço a Deus pelo seu dom de ministrar a Sua palavra com todo seu amor e devoção, tanto para nossa família quanto para a família espiritual”, finalizou a pastora Adriana, com um abraço carinhoso.

Agradecimento do pastor

“Agradeço a todos pela festa surpresa, e a Deus por me dar sabedoria e discernimento para honrá-lo através da palavra, ajudando a cada um de vocês. Meu sucesso só é sucesso se tivermos os sucessores de sucesso. Pois o seu sucesso é o meu sucesso, e Deus estará a frente nos resguardando diante de qualquer tribulação. Louvo a Deus e faço minhas orações por todo nosso ministério”.

Por Angela Piqui

 

 

Igreja Presbiteriana Renovada na Bélgica

  • Mulheres com Deus às quartas-feiras às 15h.
  • Culto de Celebração aos Domingos às 17h
  • Rue Van Lint, 47 - 1070 Anderlecht

Compartilhar essa notícia

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

Fechar Menu