Familia-brasileira_98769051

Família brasileira ganha a batalha contra a justiça belga e prova sua inocência 

A família de brasileiros Cardoso de Oliveira, com seus três filhos menores, de 4, 6 e 11 anos, foi acusada injustamente de possuir documentos falsos e detida no centro de detenção de Zulte, a 100 km de Bruxelas. Massacrados pelas mídias locais, ofendidos verbalmente por alguns de seus próprios conterrâneos nas redes sociais, eles dão a volta por cima e provam sua inocência. 

Após uma longa e dura batalha, eles finalmente foram absolvidos de todas as acusações que pesavam sobre eles, em primeira instância, em 21 de fevereiro de 2020 pelo Tribunal Francophone de Bruxelas. 

A família passou por um verdadeiro calvário, foram 70 dias de muita angústia e incerteza, mesmo sabendo que tudo não passava de um mal entendido, eles sofreram constantes pressões psicológicas para assinarem a deportação voluntária. Pressões às quais nunca cederam, apesar de todas as dificuldades. 

“Voltar para casa foi uma grande vitória, poder estar no nosso cantinho com as nossas coisas, e livre de todas as falsas acusações e pressões que sofremos”, comenta Elsymeire Cardoso, a matriarca da família. 

Em uma entrevista exclusiva para a revista ABclassificados, Elsymeire nos conta como foi passar por todo esse processo. 

ABclassificados– Como vocês se sentem após tudo que passaram e no final  conseguirem provar a inocência? 

Elsymeire Cardoso- Nós nos sentimos muito aliviados, estávamos longe de tudo e de todos, sem saber como seria o nosso amanhã, voltamos para nossa vida, meus filhos voltaram para escola, com os amiguinhos, pouco a pouco, estamos tentando nos recuperar do trauma. Mas estamos muito agradecidos primeiramente a Deus e a todas as pessoas boas que nos ajudaram nesse delicado momento. 

ABclassificados– Qual foi o maior aprendizado que vocês tiveram ao passar por essa situação?   

Elsymeire Cardoso- Eu considero que isso foi uma dupla batalha, jurídica e espiritual, nunca podemos perder a fé, existe sempre o lado bom das coisas. Por um lado, fomos apedrejados e insultados por algumas pessoas da nossa própria comunidade, por outro lado, tivemos o apoio de pessoas maravilhosas que seguraram em nossas mãos e nos incentivaram a nunca desistir. Sozinhos não somos ninguém, nesta vida nós precisamos uns dos outros. 

ABclassificados– Vocês gostariam de deixar uma mensagem para todos os leitores e para as comunidade que acompanharam o caso de vocês? 

Elsymeire Cardoso- Temos que valorizar a família e os amigos de verdade, é uma das coisas mais valiosas da vida. Pois a vida e a liberdade podem ser tiradas a qualquer momento. Agradeço a todas as comunidades que nos ajudaram: a comunidade belga, brasileira e portuguesa, os meios de comunicação sérios que nos procuraram para tentar nos auxiliar e todas as pessoas direta ou indiretamente que torceram por nós. 

Também gostaria de deixar uma mensagem a todas as pessoas que nos julgaram, nos insultaram, pessoas que nós nem conhecíamos e nos ofenderam verbalmente nas redes sociais. Eu desejo muita LUZ para todos vocês, que um dia vocês possam ter entendimento para não julgar ao próximo sem conhecer, desejo mais humanidade e empatia. E para as pessoas que possuem o poder nas mãos das mídias sociais, eu desejo SABEDORIA e CONSCIÊNCIA da importância que isso significa, pois é muito perigoso ficarem postando notícias sensacionalistas, sem apurar os fatos a troco de likes. Isso pode por em risco não somente a reputação de toda uma família mas pode também colocar em perigo a vidas das pessoas. Que Deus abençoe todos vocês. 

 

Por Tatiana do Amaral 

AÇOUGUE COSTELA

Fácil acesso. 

à 5 minutos da Gare du Midi, em Saint-Gilles.

Espaço moderno de 130 m2.

Estacionamento privado com 8 lugares.

  • Top posts

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba conteúdos como este diretamente no seu email!

Receba conteúdos como este diretamente no seu email!

Fechar Menu

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.