Tche-Brasil-1140-x-500-px

Inauguração da Tchê Brasil Churrascaria  em Auderghen 

Um gaúcho e um catarinense uniram-se para trazer aos brasileiros da Bélgica uma verdadeira churrascaria gaúcha. Barbaridade Tchê! 

São eles: Eder Ferreira, nascido em Santa Rosa no Rio Grande do Sul, e Rafael Fernandes, da cidade Criciúma em Santa Catariana. 

Com vasta  experiência, Rafael trabalhou em churrascaria na Itália por 10 anos e Eder trabalhou no Brasil e em Bruxelas também. Ambos com a mesma cultura, tinham em comum o mesmo sonho que era abrir uma churrascaria, e no dia 28 de novembro o sonho dos “guapos valentes e corajosos” se concretizou. 

Neste dia, aconteceu a pré-inaugurarão com um fino coquetel com mesa de frios e vinhos para a abertura ao conhecimento do espaço. A inauguração oficial foi no dia seguinte, quando o buffet livre e o espeto corrido foram apresentados e aprovados pelas comunidades brasileira e belga. 

Quem já não ouviu um gaúcho dizer: “Barbaridade, Tchê“? 

Ou de modo mais abreviado: “Bah, Tchê“? Essa expressão, própria dos irmãos do sul, tem um significado muito curioso.  

O termo “tchê”, muito utilizado na região do Pampa, não é exclusividade dos gaúchos: é usado com certa frequência em países latino-americanos. A expressão TCHÊ (Brasil) e ou CHE (Uruguai, Argentina, Bolívia e Chile), segundo historiadores, provém das línguas e dialetos indígenas de tribos que habitavam esta região.  

Um churrasco diferenciado!  Por que todos dizem que o churrasco gaúcho é o melhor? 

“Ah, isso vem com um papel importante na formação da identidade cultural gaúcha, o churrasco é uma das maiores tradições da região. Com origem em terras remotas dos pampas, a carne na brasa preparada ao estilo do Rio Grande do Sul ganhou o resto do país”, explica Rafael.  

Mas, com o tempo, o churrasco se espalhou por todo o Brasil, tornando-se uma das maiores marcas da cultura do Rio Grande do Sul. “À medida em que foi cruzando as fronteiras do Estado, a carne passou a ser elaborada de outras formas, de acordo com a região”, resume Rafael e diz que vão adaptar de acordo com os estados. “Podem ficar tranquilos (rsrsrs)”. 

Atendimento que agrada a todos 

“A nossa maior preocupação é servir bem aos clientes com atendimento personalizado e um cuidado especial no preparo de todo buffet, principalmente do saboroso churrasco com as mais nobres carnes e ingredientes de primeira qualidade e temperos que agradam a todos os gostos”, afirma Eder.  

Fotos clicadas pela fotógrafa Vivi Godinho, dia 28, no coquetel. 

O buffet 

Com mais de 30 tipos de pratos quentes e frios e antepastos, que é o conjunto de iguarias servidas antes da refeição. Rodízio 

Contamos com mais de 20 tipos de carnes com tradicionais cortes bovinos, suínos, aves e ovinos. 

Oferecemos um ambiente agradável e aconchegante, com saboroso churrasco gaúcho, “Barbaridade Tchê”.  

Esperamos por vocês! 

 

Por Ângela Piqui 

AÇOUGUE COSTELA

Fácil acesso. 

à 5 minutos da Gare du Midi, em Saint-Gilles.

Espaço moderno de 130 m2.

Estacionamento privado com 8 lugares.

  • Top posts

Compartilhe esta notícia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Receba conteúdos como este diretamente no seu email!

Receba conteúdos como este diretamente no seu email!

Fechar Menu

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.